Evolução do MEU SALÁRIO NO FIM DO MÊS em 10 Anos
Meu Primeiro Registro CLT Em 1995 Eu trabalhava em uma imobiliária como auxiliar administrativo em Itu-SP e ganhava exatamente R$ 100,00 por mês.
Meu Último Registro CLT Em 2005 Eu trabalhava em uma caldeiraria como auxiliar administrativo em Itu-SP e ganhava exatamente R$ 600,00 por mês.
Eu acordava todos os dias às 6hs da manhã e chegava em casa às 17:30, de segunda a sexta.
E Eu não era feliz. Não mesmo…
Desde aquela época alguma coisa me incomodava sobre esse modelo de trabalho, em que vendemos o nosso tempo em troca de um salário no final do mês e depois de vários anos nos aposentamos.
Durante essa época Eu li um livro PAI RICO PAI POBRE que me impactou fortemente.
Neste livro, o autor mostrou que ao longo da vida as pessoas podem gerar renda de 4 formas.
Sendo empregado, autônomo, empresário ou investidor.
O empregado é aquele que troca tempo por dinheiro. Ele vende sua força de trabalho para um empresário em troca de um salário.
O autônomo também troca tempo por dinheiro. A diferença é que ele é dono de seu próprio emprego.
O empresário é o dono de um negócio e tem pessoas que trabalham para ele. A sua renda está relacionada à sua capacidade de administrar bem esse negócio.
O investidor tem o dinheiro para trabalhar para ele. A sua renda está atrelada a sua capacidade de fazer bons investimentos.
Pergunto para você: isso não é algo que deixa você perturbado? Você não tem a sensação de que trabalha muito e não tem a renda que gostaria?
Pense aqui comigo: para quem está do lado esquerdo, empregado e autônomo, quanto mais bem-sucedido, mais dinheiro, porém menos tempo para você e sua família.
Entretanto, para quem está do lado direito, empresário e investidor, quanto mais bem-sucedido, mais DINHEIRO e mais TEMPO LIVRE para você e sua família.
A pergunta que diferencia o lado esquerdo do lado direito do quadrante é: se eu decidir não trabalhar por 30 dias ou mais, minha renda continua entrando?
Perceba que os quadrantes do lado esquerdo a resposta para a pergunta é NÃO.
Já para o lado direito do quadrante a resposta é SIM.
E foi nesse momento que ficou muito claro para mim o conceito de Liberdade Financeira…
Se eu quisesse um dia alcançar minha LIBERDADE FINANCEIRA, em algum momento eu teria que pular para o lado direito dos quadrantes.
Essa ideia ficou fixada na minha mente. A minha meta de vida tinha ficado bastante clara: eu queria alcançar a liberdade financeira. Era isso que eu queria… Só tinha um problema, naquele momento eu estava apenas no quadrante do empregado…
E aí que eu tive uma grande sacada…
A sacada foi compreender que não importa em qual quadrante você está hoje, se você busca alcançar a liberdade financeira para ter uma vida mais livre, com mais tempo para você, sua família, VOCÊ TAMBÉM PODE ESTAR NO QUADRANTE DO EMPRESÁRIO INVESTIDOR.
Para isso, basta aprender a empreender e investir seu dinheiro da maneira certa…
Esse é o quadrante mais fácil de estar e tem o poder de gerar riqueza fazendo o dinheiro trabalhar para você.
Em qual lado do quadrante você se encontra hoje?
Um abraço,
Marcelo Ostia
PS.: Se essas reflexões deixaram você com vontade de ir para o quadrante do empresário investidor. Me chame no Meu WhatsApp 11.97263-2409.
#TodoMundoPodeEmpreender

Franquia Online Prosperidade

Create Account



Log In Your Account